Niterói Inteligente e Humana

 

O Programa Niterói Inteligente e Humana, coordenado pela Secretaria Executiva da Prefeitura de Niterói, congrega projetos de diferentes secretarias unidos pelo tema, integra soluções e informações geradas pela cidade, promovendo benefícios ambientais, sociais e econômicos, de forma que a população não somente participe do processo mas também se aproprie das tecnologias geradas para o seu bem estar e qualidade de vida.

 

Projetos como o CCO - Centro de Controle Operacional, que tem como objetivo a melhoria do fluxo de tráfego na cidade, através do monitoramento intensivo do trânsito, resposta rápida aos incidentes, controle das áreas de maior movimento de veículos da cidade e orientação dos usuários quanto às rotas alternativas de melhor tráfego é um exemplo.  

  

CCO Mobilidade irá implantar “sinais inteligentes” que terão sensores que irão definir o tempo de abertura e de fechamento dos sinais de acordo com a quantidade de veículos que passa em cada cruzamento. Desta forma, será produzido o efeito de "ondas verdes", que permitem que o trânsito evolua com mais fluidez, evitando-se que se pare no sinal vermelho a cada esquina. Com a maior fluidez no trânsito, o tempo de deslocamento na cidade será muito menor.

 

Centro de Comando e Controle do Tráfego

 centro controle trafego

 

Com o monitoramento constante efetuado através das câmeras, nas áreas de cruzamentos nas ruas, aumentará também a prevenção de ações criminosas nestes locais onde os veículos parados deixam seus ocupantes mais vulneráveis à ação dos bandidos. Como o projeto é integrado ao CISP – Centro Integrado de Segurança Pública, o encaminhamento de ações necessárias e identificadas através do CCO será imediato.

 

Rede CCO Mobilidade

 

cco mobilidade

O SIGEO – Sistema de Gestão da Geoinformação é traduzido por uma grande base de dados integrada e georeferenciada, provendo inteligência e agilidade na informação do cidadão e gestores públicos. Como resultados temos desde aplicativos a serem utilizados no desenvolvimento de novos negócios, informações integradas de balneabilidade de praias x localização de quiosques e restaurantes, até mesmo,  o estudo da moradia dos alunos em relação a localização de escolas.  O sistema pode ainda apoiar a ações da Defesa Civil, do Programa Médico de Famílias o gerenciamento do manejo de todas as árvores do município.

 

A criação do Grupo Executivo de Sustentabilidade e Mudanças Climáticas de Niterói - GECLIMA, filiado ao ICLEI e CDP, Covenant of Mayors for Climate and Energy , que já procedeu ao Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa do município, além de ter inserido o município na rede mundial do clima, irá proporcionar um maior monitoramento nas emissões de gás carbônico da cidade, propondo ações de mitigação e adaptação às mudanças climáticas.

 

O Portal da Transparência, iniciativa com nota 10 pelo Ministério Público Federal, o Planejamento Estratégico colaborativo Niterói Que Queremos, assim como, o COLAB, que amplia a participação dos cidadãos na tomada de decisões, empregando princípios de governança participativa e sistemas de ouvidoria, são todos exemplos de projetos que usam tecnologia e inovação para melhorar processos , produtos ou serviços.

 

Vários projetos futuros estão em estudos, como o Niterói Destino Inteligente, que abrangerá o turismo da cidade; a implantação de um parque de iluminação pública inteligente, utilizando LED, com sensores para coleta e transmissão de dados; a implantação de corredor de baixo carbono com o uso de VLT, bicicleta e vegetação para redução de emissões de veículos motorizados; o apoio à Península da Inovação - área de inovação incentivando o estabelecimento de start ups e ainda, o estudo de implantação de um parque solar viabilizando energia sustentável a todos os próprios do município.

 

Prêmio Melhor Iniciativa Municipal de Gestão da Geoinformação 2017

 

sigeo02

 

Sua finalidade é suportar e promover o desenvolvimento do município através do melhor entendimento da dinâmica entre as demandas e os recursos disponíveis, promovendo o engajamento dos cidadãos por meio de aplicações de mapas que possibilitam a interação com o gestor público seja comunicando novas demandas, seja avaliando a atuação da prefeitura na região de interesse. Dentre as aplicações destacamos:

 

Portal de aplicações Web baseadas em mapas com informações de toda a cidade, para atender demandas de mobilidade urbana, segurança pública, infraestrutura, saúde, educação, meio ambiente dentre outras, promovendo a integração dos diversos órgãos públicos, descentralizando as decisões e promovendo a transparência das ações realizadas pela prefeitura no território.

 

Aplicações contempladas no Portal:

 

 

Saúde:

 

  • Programa médico de família, onde todas as informações referentes aos atendimentos estão georreferenciadas possibilitando o planejamento das ações de saúde, o acompanhamento em tempo real das equipes de atendimento e o planejamento das ações levando em conta a priorização das famílias mais necessitadas.

 

Defesa Civil: 

  • Aplicação de simulação de inundação utilizando os dados da infraestrutura de drenagem combinados com o modelo digital de terreno da cidade, o sistema é capaz de simular com precisão as áreas atingidas de acordo com o volume pluviométrico considerado. 
  • Aplicação com algoritmo de Expansão Urbana. Com a utilização de um conjunto de imagens de sensores orbitais, o sistema é capaz de efetuar a análise comparativa de séries históricas e identificar de forma automática novas ocupações no território. O objetivo é atender a demanda de monitoramento de áreas de constante risco geológico, proteção ambiental e identificação de novas construções.
  • Aplicação para cadastramento georreferenciado dos chamados de vistoria e interdições. Automatiza o processo de georreferenciamento dos chamados, integra as informações com os equipamentos de vistoria em campo, possibilitando o acompanhamento das atividades de campo em tempo real.  

Secretária de Fazenda:

 

  • Aplicação com o mapeamento das unidades imobiliárias do município e suas respectivas informações. Reduz o tempo de atendimento ao cidadão na identificação de inconsistências e resolução de dúvidas.
  • Aplicação mobile para atualização cadastral reduzindo o tempo das operações de atendimento aos cidadãos.
  • Aplicação de novos negócios onde é possível visualizar a infraestrutura do município (transito em tempo real, ciclovias, lotes e quadras, estabelecimentos comerciais e demais equipamentos públicos), onde o cidadão poderá interagir com o mapa, simulando um local para a instalação de seu empreendimento.

 

Secretária de Urbanismo

 

  • Aplicação de visualização da cidade em 3D, para elaboração de estudos de potencial de geração de energia solar, ilhas de concentração de calor e potencial de reaproveitamento de água da chuva.

 

Secretária de Meio Ambiente

  • Aplicativo de monitoramento das áreas de proteção Ambiental

 

Secretária Executiva

  • Aplicativo para monitoramento do reflorestamento das áreas degradadas  abrangidas no projeto Eco Social.

A partir desta iniciativa a prefeitura disponibiliza aos seus colaboradores uma poderosa ferramenta suporta desde o planejamento das atividades, automatiza os processos e promove aos cidadãos um canal de interação com o objetivo de promover o aumento da eficiência no atendimento de todas as demandas onde a localização é fator determinante. 

 

Centro de Controle Operacional - CCO 

  • Minimizar a manutenção da sinalização semafórica;
  • Diminuir tempos das viagens;
  • Diminuir o consumo de combustíveis e emissão de gases poluentes;
  • Reduzir acidentes;
  • Melhorar a qualidade de vida ambiental.

 

O escopo deste projeto implantado contempla o fornecimento de equipamentos de controle semafórico, como controladores, câmeras, sensores (hardware e software), e de informática, bem como com seus respectivos sistemas de gestão. Está incluído neste contrato também a instalação dos equipamentos fornecidos, em campo e na sede do Centro de Controle Operacional (CCO) de Mobilidade, e a implantação da própria sede do CCO Mobilidade, que ocupará um andar na edificação dedicada ao Centro Integrado de Segurança Pública de Niterói, localizado em Piratininga.

 

Os equipamentos foram divididos em cinco grupos: equipamentos para (i) Sistema de Monitoramento do Trânsito, (ii) Sistema de Imagem, (iii) Sistema de Informação ao Usuário, (iv) estruturação do CCO Mobilidade e (v) para Rede de fibra óptica 80 km de Comunicações. 

 

A aquisição deverá incluir:

 

  • Instalação e configuração de softwares aplicativos;
  • Implantação de rede de telecomunicações;
  • Serviços de obra civil para realizar as adequações necessárias para a instalação da sala de monitoramento, de crise, salas de apoio para a operação do CCO e no data Center existente (servidores);
  • Equipamentos de monitoramento do trânsito como controladores semafóricos, câmeras e sensores para laço virtual, painéis de mensagem variável (PMV) e as estruturas de apoio à estes, como caixa técnica para câmeras e suporte para PMVs.
  • Equipamentos de informática para estruturação do CCO Mobilidade como servidores de processamento, servidores de banco de dados e no-breaks para complementação do Data Center existente e também equipamentos de informática como estações de trabalho (computador fixo e monitor), videowall, estações de controle de vídeo, equipamentos de comunicação por voz, etc.;
  • Equipamentos para a Rede de Comunicação, como os cabos de fibra óticas, conectores e switches, assim como as estruturas de suporte desses equipamentos em campo.

 

CISP - Niterói Mais Segura do Município

 

O Sistema Niteroi Mais Segura do municipio de Niterói tem entre seus objetivos estratégicos, integrar de maneira sistêmica e com procedimentos claros e objetivos as agencias municipais que, direta ou indiretamente, atuam na área da segurança Urbana: Guarda Civil Municipal, Tranporte, Bombeiros, Policia Militar, Defesa Civil e SAMU.

 

A Solução implantada garente tecnologia capaz de integrar, através de sistemas, os órgãos citadas em uma Central Única de Comando que funciona 24 horas por dia, além de estabelecer, via sistemas, os devidos procedimentos para cada uma dos órgãos possibilitando ações conjuntas sempre quando as ocorrências exigirem e, desta forma, garantir a integração estrutural do monitoramento pretendido.

 

A Base de integração é uma plataforma capaz de integrar diversos tipos de equipamentos e sensores, baseada em padrões aceitos pelo setor a fim de possibilitar escalabilidade da solução futura, bem como a integração de equipamentos, sensores e sistemas já existentes. Além disto, tem a capacidade de inserir dentro da plataforma tecnológica o conceito de operação para riscos e agentes envolvidos, bem como a utilização e acionamento automático dos processos.

 

Em uma visão geral, o projeto consiste dos seguintes itens: 

  • Centro Integrado de Segurança Pública e de Crise
  • Adequação de um novo Centro Integrado de Segurança Pública, incluindo atividades de ordem civil e tecnológica;
  • Fornecer um novo software integrado dos órgãos citados;
  • Utilizar a cartografia do município com perfilhamento a laser
  • Fornecer uma solução sistêmica para automatizar os procedimentos operacionais dos órgãos

 

Vídeo monitoramento da cidade 

  • Implantação de 400 câmaras para monitorar a segurança, incluindo escolas, postos de saúde, policlínicas, hospital e vias públicas;
  • Implantação de vídeo analítico em 40 câmaras
  • Implantação de sistema de reconhecimento de placa de veículos em 5 portais nas principais vias de acesso da cidade

 

Monitoramento áreas de interesse visando a proteção dos cidadãos

  • Implantação de 80 sistemas de botão de pânico nas principais escolas, postos de saúde e pontos considerados com alto risco ( prédio da administração municipal, etc..)
  • Implantação de sistema de rastreamento dos veículos da frota municipal

 

Resultados

  • Redução no casos de: letalidade, roubo de veículos e roubo de ruas.

 

Contra queimadas

 

Com a finalidade de dar continuidade ao trabalho iniciado em 2014, o presente projeto básico prevê a contratação do imageamento do município por satélites de alta resolução, o mapeamento dos focos de incêndio e áreas afetadas pelo fogo, a comparação qualitativa e quantitativa do estado atual com a situação constatada no mapeamento de 2014 e a disponibilização de mapas na Internet, através do SIGEO, com mecanismo de interação através de dispositivos móveis. Assim, o objeto de contratação organiza-se em:

 

  1. Imageamento do território municipal com imagens de satélite de alta resolução espacial (pixel igual ou menor que 0,7m), recentes, adquiridas por programação, entre os meses de janeiro e março de 2016.
  2. Mapeamento dos focos de incêndio e áreas afetadas, com caracterização qualitativa e quantitativa.
  3. Atualização de dados e modelagem para análise de risco de incêndios florestais em Niterói.
  4. Atualização da interface de consulta online e implantação de plataforma colaborativa baseada no SIGEO (sistema de informações geográfico do Cadastro Técnico Multifinalitário da PMN), implantando mecanismo de interação com usuários via Internet de modo a permitir o envio de  arquivos multimídia e  informações que auxiliem na prevenção e combate aos incêndios e na recuperação de áreas afetadas.
  5. Preparação de banco de dados espacial para armazenamento das informações de risco, ocorrências e ações de combate e recuperação de áreas afetadas, assim como ações de mitigação de riscos de incêndio, a ser incorporado à Base de Dados Espacial (BDE) do SIGEO.

 

Resultados Esperados

 

Os principais resultados são: 

  • Localização, qualificação e quantificação dos focos de incêndio ativos no território municipal;
  • Localização, qualificação e quantificação das áreas atingidas por incêndios recentes (sinais de dano causado pelo fogo identificáveis na vegetação);
  • Qualificação dos tipos de vegetação atingidos;
  • Atualização do mapeamento de condicionantes de risco para incêndios e proposição de um modelo para avaliação em ambiente SIG;
  • Identificação de áreas com maior risco para ocorrência de incêndios;
  • Disponibilização de uma interface de mapas através do SIGEO, acessível também por dispositivos móveis (smartphones e tablets), para facilitar e tornar eficiente a comunicação entre planejamento das operações e a coordenação da ação em campo;
  • Disponibilização de um canal de comunicação para receber arquivos multimídia e informações georreferenciadas da população e de pessoal em campo, através de recursos disponíveis em redes sociais populares, como Twitter, Flickr e YouTube

 

Plataformas Urbanas Digitais de Niterói

 

Esse projeto tem como objetivo montagem e instalação de equipamentos multimídia e de informática, visando atender às demandas tecnológicas das soluções que comporão as Plataformas Urbanas Digitais do Macquinho e da Engenhoca. A implantação da unidade da Plataforma Urbana Digital da Engenhoca e a reestruturação da unidade da Plataforma Urbana Digital do Macquinho têm como finalidade garantir o uso criativo de ambientes de divulgação científica, popularização da ciência e acesso às novas tecnologias e inovação. Nestes equipamentos públicos pretende-se ampliar a dimensão educacional, lúdica, artística e tecnológica da população prioritariamente do entorno, através da oferta de cinema ao ar livre, da promoção de atividades com jogos tecnológicos, simuladores virtuais, totens com informações diversas acerca da cidade, do desenvolvimento de cursos livres e profissionalizantes na área tecnológica (robótica, vídeo, fotografia, tratamento eletrônico de imagem, webart, redes em instalações interativas e formação em games) e do desenvolvimento de espaços de arte que se abrem a partir da cultura digital cujas atividades estão devidamente descritas, caracterizadas e especificadas no Projeto Básico, parte integrante do presente Edital. Pretende-se que as Plataformas de uma forma geral promovam o acesso ao conhecimento, à ciência e à inovação.